terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Modernidade na Cibercultura

video


19/02/2013

A RELAÇÃO DA CIBERCULTURA COM AS REDES SOCIAIS

Oficina de Educação e Vídeo: Software openshot

Momento D++++++++++ Paula(eu), Ricardo e Fabiano tiveram que colocar a cabeça para funcionar. A agonia foi tanta que nem prestamos atenção nas explicações das professoras Marildes, Tânia e ... esqueci o nome da outra) , fomos direto para a prática, as ideias foram surgindo, selecionando imagens que passariam a ideia do que queríamos abordar e sem falar na trilha sonora que escolhemos, letra da música de Gil que com ela conseguimos finalizar o planejamento e execução  do nosso vídeo. (escrever mais)
Concerteza, quando estiver na sala de aula me lembrarei desta Oficina e utilizarei conforme o ROTEIRO DE PRODUÇÃO VÍDEO COM IMAGENS ESTÁTICAS com meus alunos(as), se entre nós adultos estudantes os resultados foram ótimos, muitas discussões e formas de pensar foram articuladas, trocas etc e sem falar no respeito ao outo ao conduzir e mencionar cada ideia....assim imagino que com as crianças com certeza será fabulosa e mais do que isso elas se sentiram especiais pois darão significados próprios aos produzirem seus vídeos.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Reflexão


A matéria - Educação é terrível no mundo todo, diz pesquisador de tecnologia Marc Prensky suger é excelente. A leitura  da mesma me fez lembrar de diversos aspectos discutidos na sala de aula.: A breve necessidade de uma constante conexão entre as crianças e todos nós, as crianças podem contribuir para o seu próprio aprimoramento utilizando a rede. Ressalto um dos principais pontos abordados por Prensky sobre: "nativos digitais", imigrantes digitais ou aqueles que conheceram o mundo antes da internet, a tecnologia envolvida na educação de duas formas: trivial e poderosa . Correlacionando com as contribuições do Prensky e com o que é realidade nas escolas é importante entendermos que as crianças de hoje aprendem de forma diferente e tem a necessidade de uma nova abordagem de conteúdos em sala de aula. Nós professores precisamos de muita paixão e de uma visão crítica à respeito das políticas educacionais que estão impostas, para que  de fato possamos  conduzir o percuso dessa criançada e tentar mudar a visão tradicionalista que cerca a educação